Avaliação e Intervenção Psicopedagógica

 

A Psicopedagogia tem como objeto de estudo a aprendizagem e seus padrões evolutivos normais e patológicos.

 

A aprendizagem é um processo muito rico, pois ao mesmo tempo que é individual é social.

A dificuldade de aprendizagem é um sinal ou sintoma que precisa ser investigado, assim como um sintoma físico, ex.: uma febre.

 

A avaliação envolve normalmente anamnese,  análise do material escolar,

aplicação de testes, jogos, conversas, contato com a escola e devolutiva para os pais.

 

Após o diagnóstico é feito uma proposta de intervenção, esse processo busca auxiliar na construção do conhecimento, desenvolvendo habilidades e encontrando formas de estabelecer vínculos com a aprendizagem.

 

O psicopedagogo tem como objetivo conduzir a criança, adolescente ou adulto a reinserir-se, reciclar-se numa escolaridade normal e saudável, de acordo com as possibilidades e interesses do indivíduo.

 

Encorajar aquele que aprende à tornar-se cada vez mais autônomo em relação ao meio, em interagir com os colegas e resolver os conflitos entre eles mesmos; a ser independente e curioso; a usar iniciativa própria; ter confiança na habilidade de formar ideias próprias das coisas; a exprimir suas ideias com convicção e conviver construtivamente com medos e angústias.